Cartagena 7º dia (Museo del Oro Zenú e Convento de San Pedro Claver)

Este é o último post sobre nosso roteiro em Cartagena. Já me deu saudades dessa viagem!

Chegamos cedo na cidade amuralhada e o Museu do Ouro ainda não estava aberto. Ficamos aguardando ali na Plaza de Bolívar. A praça estava vazia aquela hora, mas um pouco mais tarde já começa a encher. Vê-se mais o povo local e vendedores por ali. Por vezes há apresentações de danças típicas africanas.

plaza de bolivar cartagena (2)
Plaza de Bolívar: um bom local para descansar e se abrigar do sol.
plaza de bolivar cartagena roteiro
Monumento a Simón Bolívar, militar e político venezuelano que lutou contra a presença espanhola na América do Sul. Comandou as revoluções que promoveram a independência da Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.

 

banco de la republica cartagena predios
O prédio à direita é o Banco de la República, localizado ao redor da praça.
plaza de bolivar cartagena predios ao redor
No térreo destes prédios há algumas lojas, incluindo uma unidade do Juan Valdez Café.
juan valdez cafe cartagena cidade amuralhada
Juan Valdez Café, localizado ao redor da Plaza de Bolívar.
palacio da inquisiçao cartagena fachada
Fachada do Palácio da Inquisição.

 

MUSEO DEL ORO ZENÚ

O museu está localizado numa rua em torno da Plaza de Bolívar.

Horários: Terças à sábados das 9h às 17h. Domingos e feriados das 10h às 15h. 

Segunda-feira não abre!

Entrada: gratuita!

Apesar de pequeno, apresenta uma coleção fascinante de ouro e cerâmica da cultura Zenú, povo indígena que habitou a região dos departamentos atuais de Bolívar, Córdoba, Sucre e norte da Antioquia antes da conquista espanhola. Pode-se observar peças ricas em detalhes do período pré-colombiano.

A cultura Zenú é conhecida pela construção de grandes obras hidráulicas e pela fabricação de ornamentos de ouro. Muito deste ouro foi saqueado pelos conquistadores espanhóis.

museu do ouro zenu cartagena detalhes

 museu do ouro zenu cartagena (3)museu do ouro zenu cartagena

museo del oro zenu cartagena roteiro dicas viagem

O povo zenú utilizava ligas com um elevado teor de ouro. Seus ornamentos eram feitos com fios finíssimos e pequeninas bolas, compondo um desenho. Esta técnica é denominada filigrana.

ornamentos joias povo zenu

museu do ouro zenu cartagena (2)

museo del oro zenu cartagena urnas de barro
Urnas funerárias feitas de barro. Os desenhos nos rostos representam a diferenciação social dos indivíduos dentro da comunidade. Diferenciação esta que era mantida mesmo após a morte.

Saímos do museu e resolvemos entrar em um dos “museus da esmeralda” que havia ao redor da Plaza de Bolívar. O museu na verdade era uma pequena loja.

Fomos em outro, chamado Joyeria Caribe Museo de la Esmeralda. O local em si também é uma joalheria, como o próprio nome diz, mas a atendente te leva a um setor com muitas maquetes e vai explicando como é feito o processo de extração das pedras nas minas, como processam e os tipos de esmeraldas etc. Ela nos disse que o Brasil ganha em quantidade de esmeraldas, há muito mais que na Colômbia, porém as pedras colombianas são de qualidade superior. Foi muito interessante toda a explicação.

Depois você pode apreciar as diversas peças da loja contendo a linda pedra esverdeada. Os preços das esmeraldas são atrativos na Colômbia e a loja oferece certificado de garantia. Eu não comprei nada, só desejei… rs.

Depois da loja de esmeraldas, seguimos para o Santuário de San Pedro Claver que está localizado na praça de mesmo nome.

ruas cidade amuralhada cartagena

plaza de san pedro claver cartagena
Plaza San Pedro Claver. Este edifício amarelo à esquerda é o Restaurant Cafe San Pedro.

Ali na praça há esculturas feitas de sucata pelo artista Edgardo Carmona, as quais representam situações do cotidiano da população.

esculturas sucatas plaza san pedro claver cartagena (2)

plaza san pedro claver cartagena esculturas

A igreja só abre nos horários de missa (conseguimos entrar em um dia bem cedo, demos sorte), mas se você for ao Santuário localizado ao lado, será possível ver o interior da igreja do alto (andar superior).

iglesia de san pedro claver cartagena
A imponente fachada de pedra da Igreja de San Pedro Claver.
interior da igreja san pedro claver cartagena
O pé direito da igreja é bem alto. Os restos mortais de San Pedro Claver estão conservados em uma urna em frente ao altar. Na cúpula da igreja há uma inscrição em latim: “Pedro Claver, escravo dos negros escravos, para sempre” (os dizeres não saíram na foto)

São Pedro Claver, “o escravo dos escravos”, foi um jesuíta espanhol missionário na Espanha que dedicou sua vida aos escravos. Chegou em Cartagena no ano de 1610.

A cidade veio a se tornar, ao longo do período colonial, um dos maiores centros deste cruel comércio. Estima-se chegavam à cidade cerca de 10.000 negros africanos, anualmente.

San Pedro Claver, durante quarenta anos, cuidou dos escravos dando-lhes alimento, remédios, vestimentas, além de lhes dar esperança com suas palavras de fé. Por esse motivo, os escravos o estimavam e o respeitavam como um bondoso pai.

Nos últimos quatro anos de sua vida esteve muito doente, foi vítima da peste. Faleceu aos 73 anos, no dia 8 de Setembro de 1654. Os restos mortais do missionário, que viveu e morreu no convento adjacente à igreja, são conservados em uma urna do altar-mor.
San Pedro Claver foi canonizado em 1888 pelo papa Leão XIII.
escultura san pedro claver cartagena
San Pedro Claver, o esclavo de los esclavos.

 

SANTUÁRIO DE SAN PEDRO CLAVER

Entrada: 11.000 COP (preço de março/2016)

Horários: Segunda à sexta das 8h às 17:30h. Sábados e Domingos das 8h às 16h30.

O santuário é um monumental edifício de três andares. As salas expõem arte religiosa e cerâmica pré-colombianas, além de uma seção dedicada a peças contemporâneas afro-caribenhas, lindas pinturas haitianas e máscaras africanas.

A visita ao local onde viveu São Pedro Claver tem início pelo antigo claustro colonial pertencente à ordem dos jesuítas. O jardim é lindo e nele se encontra o poço em que Claver batizava os escravos.

santuario san pedro claver cartagena

museu casa san pedro claver cartagena (2)

convento san pedro claver cartagena claustro
Lindo o contraste das plantas com a construção branca.

convento san pedro claver cartagena jardim

santuario san pedro claver cartagena roteiro

 

 

 

 

 

museu casa san pedro claver cartagena

Você pode visitar os aposentos do convento onde San Pedro Claver viveu e morreu, como também subir uma escada estreita em direção ao coro da igreja adjacente. Neste local é possível ver o grande órgão e um bonito vitral, além visualizar o interior da igreja.

santuario san pedro claver cartagena detalhes

convento san pedro claver cartagena patio

 

vitral igreja san pedro claver cartagena

convento san pedro claver orgao piso superior

museu san pedro claver cartagena roteiro
Mobiliário modesto no aposento em que morreu San Pedro Claver.

 

Mesmo que você não goste de museus, acredito que seja bacana a visita para poder ver de perto as belas construções coloniais e seus detalhes.

Na hora do almoço fomos conhecer o Crepes & Waffles, muito recomendado pelos viajantes. Nós passamos em frente ao restaurante algumas vezes à noite e sempre havia fila para entrar. Acabei de acessar o site e vi que há esse restaurante em dois shoppings de São Paulo (site brasileiro)… rs.

restaurante crepes and waffles cartagena
Crepes & Waffles

O restaurante estava bem cheio. Demos sorte, só havia uma mesa vazia! No menu havia tantas opções que foi difícil fazer o pedido. Acabei optando por crepe de bolonhesa com queijo e molho de champignon e marido pediu um chamado “Caprino” (champignons levemente refogados, tomate seco, tomate fresco, molho pesto e muçarela de búfala). Estavam simplesmente deliciosos! Super aprovado.

onde comer cartagena dicas
Meu crepe foi 15.600 COP e do marido 16.700 COP. Sucos de maracujá e tangerina, 5.400 COP e 5,800 COP, respectivamente.

Vimos o cardápio das sobremesas e não teve como fugir da tentação! Fui de “Alaska” e marido foi de tiramisú.

onde comer cartagena preços dicas
Sorvetes de sobremesa: Alaska (taça) 7.700 COP e tiramisú 9.100 COP

 

Na parte da tarde ficamos perambulando mais um pouco. Os olhos não se cansam de admirar a beleza desta cidade. Não tenho certeza, mas acho que andamos por tudo… rs.

cartagena ciudad amurallada arquitetura

cartagena ciudad amurallada dicas roteiro

cartagena de indias cidade amuralhada detalhes

casas cartagena cidade amuralhada

cartagena colorida

arquitetura cartagena ruas

 

À noite ficamos indecisos sobre qual restaurante escolher. Passamos por algumas praças, várias ruas e, no final, acabamos indo ao La Brioche novamente.

plaza santo domingo cartagena noite
Plaza Santo Domingo e suas mesinhas ao ar livre.

Entramos no restaurante e os atendentes lembraram de nós. Desta vez meu marido pediu massa e eu fui de sanduíche. Estavam muito gostosos!

onde comer cartagena dicas restaurante
Pasta: 25.900 COP / Sanduíche: 24.900 COP

 

No dia seguinte, saímos cedo do hotel em direção ao aeroporto Rafael Núñez. O  simpático recepcionista do hotel viu que já estávamos indo embora e gentilmente já ligou para um táxi que coubesse nós cinco.

No caminho ao aeroporto passamos em frente ao monumento à Índia Catalina, uma homenagem aos índios caribenhos que habitavam a terra antes da chegada dos espanhóis.

A índia Catalina foi sequestrada quando tinha apenas 14 anos pelo conquistador espanhol Alonso de Ojeda e levada à Santo Domingo, onde foi educada com os costumes espanhóis, aprendendo a falar perfeitamente o castelhano. Anos mais tarde, Pedro de Heredia a levou à Cartagena como sua intérprete.

monumento india catalina cartagena
Monumento à Índia Catalina.

E assim foi nossa viagem! Depois de tantos dias nessa cidade, só tenho a dizer:

Cartagena é CHÉVERE! ♥

 

Anúncios

2 comentários

  1. Nossa amiga, cidade linda mesmo! E uma história linda!
    Imagino a saudade, e não tem como ser diferente né.
    Amei conhecer através de vc!
    Amigaa…tu é boa em guardar detalhes hein…e melhor ainda em contar pra gente…adoroooo
    Olha…eu tb te agradeço por compartilhar essa viagem tão linda!
    Bjo

    Curtir

    • Oi amiga, fico mto feliz que tenha gostado! É uma cidade muito linda mesmo e cheia de história. E o melhor de tudo é que dá para combinar os passeios na cidade com mergulhos no incrível Mar do Caribe! 😀
      Haha pior que não sou mto boa em guardar detalhes, não viu… rs, mas as fotos me ajudam mto a recordar!
      Obrigada por acompanhar!
      Beijooo

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s