Cartagena – 4º e 5º dia (Isla Grande)

Como comentei no post anterior, Cartagena tem belíssimas praias, porém as mesmas são encontradas somente nas ilhas próximas.

As vinte e sete ilhas que formam o arquipélago Islas del Rosario fazem parte do Parque Nacional Natural  Corales del Rosario y de San Bernardo. 

Há um conhecido passeio de um dia que pode ser feito de catamarã ou lancha para a Isla Rosario, a maior de todo o arquipélago. No pacote você pode ou visitar o Oceanário ou fazer snorkeling, seguindo depois para a Isla Barú, onde está localizada a famosa e bela Playa Blanca. Pelo fato de estar localizada na única ilha pública, a praia está sempre cheia, especialmente aos finais de semana. Uma das frequentes reclamações é a insistência dos ambulantes que não te deixam relaxar.

Além deste, outros passeios podem ser feitos, como um tour por algumas ilhas.

Nós queríamos fazer um passeio mais calmo, por conta própria e curtir a praia por mais tempo, então decidimos passar uma noite em um hotel na Isla Grande. Nós ficamos hospedados no Gente de Mar Resort.

Como nós decidimos dormir na ilha somente depois de já ter fechado as diárias no Hotel San Felipe (pegamos uma promoção do Booking, cujo cancelamento não era gratuito), o jeito foi “perder” uma diária mesmo. Mas até que foi bom, pois deixamos as enormes malas no quarto do hotel e levamos apenas mochilas para a ilha.

Pela manhã cedinho, seguimos à pé para o Muelle La Bodeguita, píer localizado próximo à Torre del Reloj, de onde sai a maioria das lanchas e catamarãs para os passeios nas ilhas. Os passeios podem ser comprados ali mesmo no píer. Geralmente, as saídas são sempre às 08h00 e a chegada às 17h00.

Ali no píer, tivemos que mostrar nossas reservas no Gente de Mar Resort e pagamos as duas taxas obrigatórias: a taxa do Muelle Turístico (7.000 COP) e a referente ao Parque Nacional Natural  Corales del Rosario y de San Bernardo (7.500 COP).

O Gente de Mar Resort envia uma lancha para pegar os hóspedes (transfer gratuito) e as  pessoas que passarão o dia por lá (o “day use” inclui almoço com retorno às 15h).

muelle la bodeguita cartagena lanchas passeio ilhas roteiro dicas de viagem
Lanchas no Muelle La Bodeguita.

Nós chegamos bem cedo no píer, pois tinha lido que o local não era lá muito organizado e nós não queríamos perder o barco. Cuidado: perder o barco significa ter que pagar um barco particular, o que é muito caro. O barco dos hotéis só retornam ao píer por volta das 16h.

Entramos logo que abriram o portão da doca e fomos em direção ao local que nos informaram. Logo chegou uma moça representante do hotel, ela pediu para ver nossas reservas e efetuamos o pagamento das diárias ali mesmo com ela.

Próximo das 8h, 8h30, começou a chegar muita gente! E ficou aquela bagunça, muita gente não sabia para onde ia, gente gritando pra lá e pra cá, uma confusão mesmo.

Por volta das 9h nossa lancha chegou. Nos acomodamos, colocamos os coletes salva-vidas e pouco tempo depois já estávamos indo em direção à Isla Grande.

ida a isla grande cartagena roteiro dicas

roteiro isla grande cartagena

Sentamos do lado esquerdo e depois que nos afastamos da costa não tinha muitas coisas para ver, a vista na ida é melhor do lado direito. O trajeto foi super tranquilo, deu até para tirar um cochilo… rs.

Após cerca de 45 minutos chegamos. Todos nós já estávamos suspirando com a beleza do lugar, que espetáculo!

isla grande cartagena gente de mar resort roteiro viagem dicas ilhas
Gente de Mar Resort, na Isla Grande.
ilhas cartagena isla grande hotel gente de mar
De cair o queixo…
gente de mar resort cartagena isla grande praia ilha
Gente de Mar Resort.

Fomos recebidos alegremente com sucos refrescantes e logo a gerente do hotel, Verônica, veio falar conosco. O pessoal que iria passar o dia já estava indo em direção à praia. Somente nós e mais uma família ficamos na recepção para fazer o check-in.

Como os quartos seriam liberados somente às 13h, deixamos nossas bolsas e mochilas na recepção. Para facilitar a “logística”, vá com roupa de banho por baixo da roupa. Mas há vestiários também, se precisar.

Pedi uma porção de fritas (papas fritas) no quiosque-bar (8.000 COP) e partimos para o mar…

isla grande cartagena praias islas del rosario gente de mar resort dicas viagem roteiro
E que mar…

A água é quentinha, cristalina, quase sem onda e com diversos tons de azul impressionantes… o lugar é show mesmo!

Há várias espreguiçadeiras espalhadas e o hotel distribui toalhas para todos. Ali não há ambulantes, somente alguns vendedores de artesanato que ficam com sua banquinha sob as árvores, mas não ficam oferecendo. Enfim, é um ótimo lugar para relaxar!

Uma dica: leve algum calçado para entrar na água, pois há muitos fragmentos de corais que podem machucar os pés. Marido e eu compramos, na loja Decathlon, sapatilhas de neoprene com sola de borracha (as quais usamos muito na viagem seguinte que fizemos para Minas Gerais, farei post sobre), meu pai foi de Crocs, minha mãe de papete e minha irmã foi de tênis mesmo… rs.

sapatilha mergulho snorkel calcado mar praia
Sapatilha de neoprene que compramos para entrar no mar. Marca Tribord.
ilhas cartagena isla grande praia roteiro viagem dicas praia tranquila
Que paz…

 

Depois de curtir aquela vibe boa, chamaram todos para o almoço. As refeições são servidas num espaço aberto, com mesas sob as árvores, muito gostoso!

almoco ilha cartagena isla grande gente de mar resort dicas viagem roteiro
Espaço para refeições do Gente de Mar Resort.
gente de mar resort isla grande cartagena almoço
Espaço para refeições do Gente de Mar Resort.

 

Na Colômbia é comum tomar uma sopa ralinha e leve antes do prato principal. Estava bem calor, mas como gosto de experimentar tudo, peguei e não me arrependi. Uma delícia!

sopa cartagena almoco viagem detalhes
Sopa antes do prato principal.
almoço ilha cartagena isla grande
Almoço: pedi peito de frango grelhado (pechuga a la plancha: 45.000 COP)

Para o almoço havia salada, arroz com coco, peito de frango grelhado ou peixe frito (45.000 COP) e patacón (banana verde frita, lembra mandioca frita). Marido que não curte muito carne, pediu massa, que veio no capricho, com molho feito na hora! A comida do hotel é muito saborosa, nós adoramos!

Depois do almoço, ficamos largados nas redes localizadas próximas dali, propositalmente, creio eu… rs.

hotel ilha cartagena isla grande opiniao roteiro dicas
Redes para tirar um cochilinho após o almoço.
isla grande hotel gente de mar cartagena
Eita vida boa…

 

O quarto atrasou para ser liberado, foi possível entrar somente às 15h (já tinham levado as mochilas para lá) . Nossas acomodações ficavam no andar superior e possuíam ventilador e ar condicionado (funcionavam bem).

Quando fizemos a reserva pelo Booking.com não havia disponibilidade de quarto triplo. Então o jeito foi pegar 3 quartos duplos.

O banheiro foi algo engraçado. Se não tivéssemos visto fotos no site, levaríamos um sustinho… rs.

quarto suite hotel ilha cartagena isla grande gente de mar resort
O quarto não era espaçoso, mas a cama era enorme!

 

banheiro gente de mar resort cartagena
Nunca tinha visto uma suíte assim, sem divisão…
quarto gente de mar resort suite
E com cortina na área do vaso sanitário… rs.

 

vista do quarto gente de mar resort cartagena
Vista do nosso quarto.

 

A vista do nosso quarto era lindíssima, porém, há um corredor em frente à janela. Ou seja, se você deixar a janela aberta, todos verão sua bagunça… rs.

gente de mar resort cartagena
O corredor que fica em frente à janela e que dá acesso a outros quartos.

As diárias neste hotel não são baratas. Levando-se isso em conta, os quartos deixam um pouco a desejar. A torneira da pia estava “bamba” e não saía muita água do chuveiro (não há água quente, assim como em vários outros hotéis). A disposição do banheiro não foi um fator super negativo para nós, achamos curioso rs, mas se houvesse mais privacidade seria ótimo! Em compensação, a cama era muito confortável, o quarto estava bem limpo e o Wi-Fi funcionou em todas as áreas do hotel.

Se os quartos não são lá aquelas mil maravilhas, a estrutura, a proximidade às belas praias, a comida e a tranquilidade do hotel compensam. Além disso, os funcionários são muito educados, solícitos e gentis, fazem o possível para agradar os hóspedes.

Às 15h, o pessoal que foi passar o dia na ilha começava a embarcar na lancha para voltar ao continente. Aí ficou aquela paz total. A praia era praticamente nossa, só havia mais alguns hóspedes.

praia ilha cartagena isla grande dicas viagem roteiro
Marido levando minha mamis para dar um rolê no caiaque. O caiaque é cortesia do hotel.

Outras atividades (pagas) que podem ser feitas na ilha: Stand Up Paddle, mergulho com cilindro e snorkeling, além de massagem.

Só saímos da água no final da tarde, quando nos lembramos do pôr do sol. A gerente do hotel tinha nos indicado um local bonito para ver o entardecer e lá fomos nós!

isla grande cartagena ilha dicas viagem
Em direção ao pôr do sol.
isla grande cartagena
Plaquinha no caminho… 🙂

 

Nós caminhamos até um local que parecia ser uma extensão do hotel, havia alguns bangalôs, espreguiçadeiras e redes, restaurante, mas o mais estranho é que não havia ninguém, parecia uma “cidade deserta”… pesquisando para fazer este post, descobri que esta área pertence ao Hotel San Pedro de Majagua! rs.

san pedro de majagua hotel cartagena isla grande
Caminhando no hotel vizinho…
san pedro de majagua isla grande cartagena
Área do hotel San Pedro de Majagua.

Continuamos em frente até que chegamos num píer. Realmente, a vista de lá era de tirar o fôlego!

por do sol isla grande cartagena ilha roteiro viagem
Lindo entardecer!
pavao isla grande cartagena
Na volta encontramos alguns pavões pelo caminho.

 

Durante a tarde, a gerente tinha perguntado o que gostaríamos de jantar. No cardápio havia lagosta e, como nunca tinha provado, resolvi pedir. Marido pediu massa com legumes salteados.

jantar isla grande gente de mar resort lagosta
Lagosta no jantar. Estava uma delícia! Adorei! (65.000 COP)

O jantar foi servido por volta das 19h30 no mesmo local em que almoçamos. Estava tudo iluminado, muito lindo! Só havia mais uma família jantando, além de nós.

Após o jantar, nós ainda fomos à um local da ilha para nadar com os fitoplânctons e poder ver sua incrível bioluminescência. Tinha lido que seria possível ver esta reação em que a água fica prateada/fluorescente, em noites nubladas, sem lua, pois quanto mais escuro, melhor. Infelizmente, a noite estava clara, mas mesmo assim decidimos ir. Quem nos acompanhou foi o simpático Santiago, funcionário do hotel.

isla grande cartagena noite gente de mar resort
Noite na ilha.
luar lua ilha cartagena isla grande noite
A lua me traiu… rsrs.

O local, chamado de Laguna Encantada, fica no outro hotel vizinho, o Cocoliso Resort. Fomos caminhando até lá com lanternas e durante o trajeto conversamos bastante com Santiago.

Alguns hotéis das ilhas não possuem praias, isto é, faixa de areia. É o caso do Cocoliso. Por isso, é necessário pesquisar bem antes de fechar passeios ou diárias. Nós escolhemos o Gente de Mar por ter duas praias, as quais dizem ser uma das melhores.

Para compensar a falta de praia, Cocoliso conta com uma área de lazer bem legal, tem uma piscina enorme, além de ser um hotel muito bonito também.

Chegamos na Laguna Encantada e realmente… não dava para ver nada. Mexemos na água e nem uma “luzinha” sequer. Próximo à beira do lago, havia uma espécie de container em que o povo entrava e conseguia enxergar a bioluminescência, pois era totalmente escuro. Ninguém de nós teve coragem de entrar, não dava para enxergar direito o que e como era essa estrutura e não sabíamos se daria pé, então resolvemos voltar para nosso hotel.

À noite venta bastante por lá. Meu marido falou que o vendaval estava fazendo um barulhão de madrugada, mas eu não ouvi nada, simplesmente capotei até o dia seguinte.

O café da manhã estava incluso na diária. Primeiro serviram frutas e depois pães, ovos mexidos, empanadas e café/leite e suco.

cafe da manha isla grande cartagena gente de mar
Café da manhã sob as árvores. Nada mal começar o dia assim.
cafe da manha isla grande cartagena gente de mar hotel
Café da manhã no hotel Gente de Mar.

 

Ainda era bem cedo, então depois do café fomos caminhar pela praia e arredores…

isla grande cartagena gente de mar resort ilhas caribe colombiano dicas roteiro viagem

praia isla grande cartagena islas del rosario roteiro
A segunda praia.

No hotel há vários bichinhos que ficam soltos, tem pavões, gatinhos, cachorros e até macaquinhos.

ilha cartagena isla grande praia caribe colombiano
Dog se refrescando…

 

isla grande cartagena ilha roteiro dicas
Esse gatinho nos seguia por todo canto!
gente de mar resort cartagena (2)
Os cachorros viviam atrás da Tata, a macaquinha, querendo pegá-la. Aí ela saía correndo, subia numa árvore e depois ficava provocando-os… rs.
macaco prego isla grande cartagena
Tata!
isla grande gente de mar cartagena
Quando os cachorros saíram de perto, ela desceu da árvore, veio direto na minha direção, subiu no meu colo e se aninhou… coisinha mais fofa! Fiquei fazendo carinho nela por um tempo, aí ela desceu e foi pro colo do meu pai. rs

macaquinha isla grande cartagena

Mais tarde entramos no mar e logo chegou um rapaz perguntando se nós queríamos fazer mergulho com snorkel em um local que havia muitos peixes e corais. Inicialmente, o preço era 30.000 COP/pessoa, mas aí fiquei pechinchando e ele baixou para 20.000 COP. Meu pai quis ficar na praia, então fomos só nós quatro.

Pegamos nossas máscaras e snorkel, subimos no barco e lá fomos nós. Passamos por algumas ilhotas, que de tão pequenas só cabia uma casa.

isla grande cartagena roteiro dicas
Ilha particular.

 

Chegamos no local e já havia outros barcos com turistas por lá. Pulamos na água e já foi possível ver os corais e peixinhos coloridos.

snorkeling isla grande cartagena

mergulho snorkel ilhas cartagena isla grande

mergulho snorkel cartagena dicas roteiro

peixes snorkel cartagena ilha

Ficamos quase uma hora mergulhando, estávamos muito cansados, pois somente em poucos lugares dava pé e o mar estava um pouco agitado. Foi muito legal, minha mãe adorou! Ela nunca havia mergulhado com peixinhos coloridos e corais, ficou encantada.

Voltamos à praia, ficamos na água mais um pouco e depois subimos ao quarto para tomar banho e arrumar as coisas, já que tínhamos que entregar o quarto às 12h.

isla grande cartagena ilhas relatos

isla grande cartagena relatos
Minha irmã nunca tinha feito snorkeling e adorou!

Na hora do almoço, decidi pedir macarronada depois dos elogios do marido. Era deliciosa mesmo! Meu pai pediu peixe frito (mojarra) e minha mãe um arroz com camarões. Adoraram os pratos também.

almoco isla grande cartagena ilhas hotel gente de mar
Pasta (35.000 COP)

 

Depois do almoço ficamos “lagartixando” nas espreguiçadeiras, curtindo os últimos momentos daquele paraíso.

Dica: na hora de ir embora (15h), a gerente nos falou para sentarmos no lado direito da lancha para pegar menos sol e se molhar menos. Sim, ao contrário da calmaria da manhã, à tarde o mar fica mais agitado e a cada ondinha a lancha “pula” e vem água pra cima de você. Nós já tínhamos lido sobre isso, então deixamos nossos eletrônicos bem protegidos na bolsa.

Como nessa família só tem doido, resolvemos voltar com emoção, ou seja, sentamos no lado esquerdo, pois a vista é mais interessante.

E como previsto, a volta foi de muita risada e água na cara. Algumas batidas da lancha nas ondas foram tão fortes que eu literalmente pulei, saí do banco mesmo, tem que segurar firme.

voltando lancha cartagena ilha
E dá-lhe água na cara! rs
forte de San Fernando de Bocachica cartagena
Este é o Forte San Fernando de Bocachica, o qual protegia a baía de Cartagena.

 

Chegamos encharcados, mas a caminhada sob o sol até o hotel fez nossas roupas secarem. Li alguns relatos que taxistas não quiseram fazer a corrida porque o pessoal estava muito ensopado.

Nós descansamos um pouco no hotel e saímos à noite para jantar. Como de costume, fomos para a cidade amuralhada.

cartagena iluminada

 

Resolvemos entrar num restaurante italiano chamado Da Danni’s (Calle del Santisimo #8-01). A fachada não chama tanto a atenção, mas a comida é muito gostosa!

onde comer cartagena ciudad amurallada restaurante italiano
Restaurante Da Danni’s.
onde comer cartagena cidade amuralhada cozinha italiana pasta
Meu prato: massa com molho boscaiola (30.556 COP)

Antes da viagem eu estava meio receosa no quesito alimentação, pois meu marido não curte muito carnes em geral, nem peixes e frutos do mar, estes muito presentes na culinária de Cartagena. Até havia pesquisado um restaurante vegetariano (Girasoles), mas as opções gastronômicas são tão variadas que não houve problema. Ainda bem que ele gosta de massa… rs.

restaurante vegetariano cartagena
Restaurante Girasoles: tem menu vegetariano e vegano.                                 No centro histórico (calle de Los Puntales #37-01).

Continua…

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s